uiux.pt
cover_3_razoes_ux-01

3 Razões para investir em UX


O UX está à distância de um investimento, e esse investimento será feito pelo teu concorrente, mais tarde ou mais cedo que tu. Está nas tuas mãos.

CEO’s, CMO’s, PM’s entre outros cargos têm constantemente o pensamento:

A experiência de utilizador parece excelente, mas como posso justificar um orçamento de UX para nossos investidores? Onde é que o ROI – Retorno sobre Investimento entra?”

Designers, Developers e Researchers pensam:

Sei que a experiência do utilizador é importante, mas como convenço a equipa executiva a investir tempo em UX? Como posso provar que não é apenas um monte de coisas, relatórios e diagramas bem-humorados?”

A política comum do “está bom o suficiente para….” reflete-se constantemente em milhares de empresas. O User Experience e o Design de User Interface podem dar às empresas um número quase ilimitado de vantagens, e sim, vale a pena o investimento.

Há 3 grandes razões e argumentos que podes utilizar para convencer um CEO, ou uma equipa a investir tempo e dinheiro em UX. 

 

1. User Experience economiza investimentos.

A hora de produção de Designers e Developers é tempo extremamente valiosa. Segundo a usertesting.com estima-se que 50% do tempo de engenharia é gasto em fazer retrabalho que poderia ter sido evitado. Além disso, corrigir erros de implementações pode ser até 100 vezes mais dispendioso do que seria implementar e precaver antes/durante a produção.

Porém estes “erros” que poderiam ser evitados, calculados, estudados, são muito mais do que “erros” comuns. Podem ser análises incorretas, suposições mal medidas, target mal definido, funcionalidades desmedidas, design errado e não funcional, navegação imprópria para os utilizadores, e outras centenas de possibilidades.

2. User Experience aumenta a receita.

Todas as empresas querem melhorar, aumentar e evoluir as suas taxas de conversão, seja obter um email, fazer um test-drive, adquirir um demo, comprar um produto. Se o objetivo é evoluir estas taxas, melhorar a performance e interesse do target a forma mais simples é investir em técnicas de otimização com testes A/B. Estes testes devem ser assentes em pilares, conclusões e definições de UX trabalhadas com metodologias diversas como Personas, User Stories, User Experience Mapping, entre outros. Assim a realização de testes A/B funcionam, e aprimoramos detalhes em vez de re-criar novos testes para acertar com o objetivo do target.

3. User Experience permite ter vantagem competitiva.

A concorrência está à distância de um clique. O User Research é uma forma perfeita para perceber as vantagens e desvantagens do nosso concorrente direto e/ou indireto. Realizar uma profunda Análise de Concorrência, observar através de Testes de Utilizador quais são os painpoints, e quais as funcionalidades que precisam de melhoramentos. O que devemos seguir, o que devemos evitar, e o que devemos aproveitar dando o nosso grande update para que uma determinada funcionalidade se eleve à necessidade exata do nosso utilizador.

A audiência digital aprecia UX. Há cada vez mais empresas a utilizar UX e permitir uma experiência de utilização incrível ao seu visitante/cliente. O cliente digital é cada vez mais exigente, modernizado, atual e que na maior parte das vezes prefere uma agradável experiência do que comprar na marca XPTO apenas porque simpatiza com ela.

JL


João Lima

UI&UX Designer
Autor do uiux.pt

Deixar um comentário